Franquia Starbucks 2019: como funciona, investimento

Está interessado em montar uma franquia Starbucks? Essa famosa rede de cafeteria é uma excelente oportunidade de negócio devido a sua alta lucratividade

Escrito por -


Abrir uma franquia Starbucks pode ser uma ótima ideia para quem deseja investir e abrir seu próprio negócio este ano.

Criada na cidade norte-americana de Seattle em 1971, ela é a maior rede de cafeterias no mundo, com cerca de 20 mil lojas em todos os continentes.

No Brasil, a empresa abriu a primeira unidade em 2006 e logo caiu nas graças do gosto brasileiro, um dos públicos mais exigentes quando falamos em café. Atualmente, o país conta com 103 lojas franquia Starbucks.



O carro-chefe de seu cardápio são os cafés: há expressos, filtrados e cappuccinos. Mas para dias mais quentes há também limonadas, chás e frappuccinos. Isso sem falar nos sanduíches deliciosos oferecidos.

Por tudo isso, a franquia de Starbucks é atraente, pois o retorno financeiro investido é praticamente garantido. Entenda agora como a rede funciona e as suas estimativas de rentabilidade.

Como funciona a Franquia Starbucks no Brasil?

A primeira informação importante para quem tem interesse em abrir uma franquia Starbucks no Brasil é que a empresa não trabalha com a ideia de franquia, mas com a revenda da marca.

Isto significa que o detentor da licença pode oferecer os produtos e serviços da marca. Porém, ele não contará com a empresa para estabelecer as suas instalações e não irá receber treinamento algum para geri-la.

A vantagem deste modelo é que ele dá mais liberdade para que o empresário possa decidir sobre como quer estruturar o seu negócio, planejando tudo nos mínimos detalhes e dando um toque pessoal ao espaço.

franquia starbucks
(Foto: Novo Negócio)

Assim, mesmo funcionando como uma loja revendedora e não uma franquia de fato, este é um tipo de negócio bem atraente para futuros investidores.

Vantagens de abrir uma loja

Listamos algumas ótimas vantagens para abrir uma loja Starbucks:

– Contar com produtos alimentícios de qualidade fornecidos por uma marca internacionalmente reconhecida;

– Baixo custo com treinamento especializado de colaboradores;

– Trabalhar com o Starbucks é lidar com uma marca que associa bons produtos com espaço sofisticado, atraindo público com poder aquisitivo de médio a alto;

– Já possuir um público fidelizado;

– Revender artigos personalizados da marca como canecas e copos, servindo como outro segmento de lucro;

– Liberdade de gestão do negócio;

– O investimento para uma revendedora é menor do que para uma franquia; etc.

Valor do investimento 

Como adiantamos anteriormente, ao optar por ser um revendedor Starbucks – e não um franqueado – deve-se estar preparado para investir no mínimo R$ 500 mil reais.

Além dos custos da licença, é importante levar em conta os gastos com aluguel do espaço, reforma que siga a identidade visual da marca, contratação e treinamento de colaboradores.

Faturamento 

O Brasil é um dos países que mais consome café no mundo, o que reflete a importância deste produto para a economia nacional.

franquia starbucks preço
(Foto: Montar um negócio)

Não há informações disponíveis sobre o rendimento individual de cada unidade Starbucks no país, mas para se ter uma ideia da lucratividade deste negócio, a marca faturou R$ 250 milhões com as 113 lojas que então dispunha em 2017.

Como abrir uma Franquia Starbucks?

Para abrir uma loja Starbucks, é importante saber que no país a licença nacional está sob o poder da empresa SouthRock Capital.

Assim, através do site oficial da marca no país, que pode ser acessada por aqui, é possível entrar em contato declarando o interesse em abrir uma franquia Starbucks.

Além de dados pessoais básicos como nome completo, e-mail, telefone, CPF e RG, convém já ter ideia da localização da futura loja e um plano detalhado com os valores que visa investir na unidade.

Demonstre o seu interesse e saberes administrativos para conquistar a sua própria franquia Starbucks. Boa sorte!